Você tem bruxismo? Entenda as causas e tratamento

Previna o bruxismo e cuide da sua saúde bucal!

Já ouvir falar sobre bruxismo? Muito se ouve falar sobre saúde bucal, mas, na maioria das vezes, não nos recordamos que não se trata apenas da limpeza para que o cuidado seja realizado. O hábito de pressionar e ranger os dentes, gerado por várias razões físicas ou psicológicas, por exemplo, prejudica a arcada dentária.

O bruxismo ocorre quando os dentes entram em contato de maneira forçada, mesmo sendo esse contato silencioso ou até produzindo sons de forma voluntária ou involuntária. Normalmente, esse hábito ocorre durante o sono, mas é possível que aconteça também enquanto o indivíduo estiver acordado.

Mas quais são as causas?

Ainda não se sabe assertivamente as causas que levam ao bruxismo. Muitos médicos relatam possíveis razões, como:

  • Alinhamento anormal dos dentes superiores e/ou inferiores;
  • Sensações de ansiedade, estresse, raiva, frustração ou tensão;
  • Problemas do sono, como a apneia;
  • Refluxo do ácido estomacal para o esôfago e para a boca;
  • Efeito colateral incomum de alguns medicamentos psiquiátricos, tais como antidepressivos;
  • Complicação de uma doença, tal como a doença de Huntington ou doença de Parkinson.

O tratamento do bruxismo

Alguns medicamentos são receitados para o controle dos quadros de estresse e ansiedade que podem estar associados, mas não são determinados como o tratamento ideal para o bruxismo. Como a medicina ainda não descobriu corretamente a causa, ainda não se pode esclarecer um tratamento específico.

Os recursos mais indicados para minimizar o ranger de dentes são:

  1. Placas interoclusais flexíveis de silicone; ou 
  2. Placas rígidas de acrílico, moldadas segundo o formato da arcada dentária do paciente. 

Elas ajudam a restringir os movimentos dos músculos mastigatórios e a reduzir o atrito que provoca o desgaste e o abalo dos dentes.

JD Odontologia Digital

JD Odontologia Digital promove o melhor em Odontologia. Nossa equipe é comprometida, baseada na confiança, eficiência, transparência e, principalmente, respeito pelo nosso paciente.